block

O Agito Brasil está presente em 32 cidades no Brasil. Confira!

Outubro já registra oito casos de dengue no município - Agito Porto Ferreira

Login
Entrar com sua conta no Agito
  1.  
  2.  
ou recuperar senha

Por que logar? Logado você pode participar de promoções, fazer comentários, compartilhar, recomendar, participar do Agito Live e muito mais.

Não é cadastrado? Cadastre-se!

Login

Para vincular sua conta da rede social você precisar ter o cadastro no Agito!

Mostrar a minha foto do perfil da rede social?
  1. Receber boletins me informando sobre os principais eventos da região.

Outubro já registra oito casos de dengue no município

Seção de Vetores concluiu o trabalho de avaliação de densidade larvária

25 de Outubro de 2014

Larvas localizadas em empresas e bairros de Porto Ferreira, SP.

 Na última quarta-feira (22/10) a Seção de Controle de Vetores divulgou novos dados sobre os casos de dengue em Porto Ferreira. De acordo com o último levantamento, já foram registrados oito casos da doença no mês de outubro. Em setembro, foram dois casos – um a mais do que divulgado na semana passada.

Desta forma, Porto Ferreira conta com 227 casos positivos em 2014 e ainda existem 32 suspeitas aguardando os resultados de exames, o que pode elevar os números.

A situação é muito preocupante, de acordo com as autoridades de Saúde, pois nesta época do ano são raras até mesmo as notificações, quanto mais os casos positivos. Para comprovar, basta ver os registros dos anos de 2012 e 2013, quando a cidade não registrou nenhum caso da doença entre os meses de agosto e dezembro. Este ano, de agosto para cá já foram 15 casos.

É um número muito alto para esta época do ano, ainda mais em 2014, com a estiagem que estamos atravessando. Não era para o mosquito Aedes aegypti encontrar condições de se procriar, o que se dá por meio de água parada acumulada em recipientes como pneus, garrafas, vasos e até tampinhas de garrafa”, comentou semana passada José Antônio de Thomazi, chefe de Vetores.

Índice de infestação

Esta semana a Seção de Vetores concluiu o trabalho de avaliação de densidade larvária, que serve para medir o índice de infestação do mosquito (Índice de Breteau). Felizmente, o valor é o mais baixo medido desde o início da atual Administração, ficando em 1,05 – era de 13,3 em janeiro de 2013.

Mesmo assim, os casos positivos mostram que ninguém pode relaxar no cuidado, pois a dengue é uma doença que mata”, continuou Thomazi.

A Seção de Controle de Vetores continua um intenso trabalho de fiscalização por todas as regiões da cidade e tem registrado criadouros com larvas do mosquito. Os locais mais visitados são barracões de produtos reciclados, oficinas, borracharias, etc. Muitos materiais são recolhidos e recebem a destinação correta, como é o caso dos pneus velhos, que ficam num barracão da Prefeitura.

Fonte: AC - Assessoria de Comunicação

Comentários
 Não Existem Mensagens

Deixe um Comentário

Para enviar uma mensagem, você precisa estar cadastrado

Faça o . Ainda não é membro? Cadastre-se

As mensagens serão liberadas em alguns instantes, após revisão de nossos editores.